Curiosidades: 5 fatos sobre o Ensino no Brasil

Curiosidades: 5 fatos sobre o Ensino no Brasil

Há muitos fatos sobre o Ensino no Brasil que são desconhecidos para a maioria dos brasileiros. Consideramos, contudo, que ter conhecimento sobre alguns desses fatos pode ser relevante para muita gente.

Por esse motivo, apresentamos neste texto 5 curiosidades sobre a educação brasileira que talvez você não conheça.

1. Valorização dos professores

O Brasil está entre os países que menos valorizam os profissionais da educação.

Varkey Fondation, entidade internacional sediada em Londres que realiza pesquisas para melhorias na área da educação, já apontou nos resultados de suas pesquisas que o índice de prestígio dado aos professores no Brasil não é nada positivo.

Desse modo, as pesquisas evidenciam a baixa remuneração, a má formação dos profissionais e a desigualdade econômica.

2. Longevidade

Em tempos de vai e vem de ministros da Educação, falar em longevidade nesse cargo é até complicado. Contudo, não há concorrência para Gustavo Capanema Filho.

O político foi titular da pasta durante o período de 11 anos no governo de Getúlio Vargas. Desse modo, Capanema foi o ministro da Educação que mais durou no cargo durante toda a história do país.

3. O vestibular é criação brasileira

Poucos sabem, mas há muitos anos só tinha acesso a uma graduação alunos de escolas renomadas ou jovens de famílias ricas que tivessem alguma indicação para ingressar em uma universidade.

Contudo, para mudar essa situação, o vestibular foi criado no Brasil em 1911, por um político chamado Rivadávia da Cunha Corrêa, então ministro da Justiça. O ministro criou o vestibular porque o número de pessoas que queriam ingressar nas universidades públicas passou a ser maior que o número de vagas disponíveis, daí fazer uma seleção entre os interessados.

4. Curso com maior número de alunos

Apesar de os cursos de direito, medicina e as engenharias serem os cursos mais almejados e disputados nos vestibulares para o acesso a instituições de ensino superior, é o curso de administração o que tem mais alunos matriculados em todo o país.

Nesse sentido, segundo o Ministério de Educação, há mais de 700 mil alunos matriculados em cursos de administração no Brasil.

5. Ideb

A educação no Brasil é avaliada pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Desse modo, cada escola, cidade e Estado recebe uma nota de 0 a 10 que revela a qualidade do ensino.

Nesse sentido, o Ideb foi criado como condutor de política pública pela melhoria da qualidade da educação, tanto no âmbito nacional, quanto em esferas mais específicas (estaduais, municipais e escolares).

Deixe uma resposta